Wednesday, May 21, 2008

Ansiei tanto pelas Sereias

Ansiei tanto pelas sereias
Que me encantassem com um canto
Que me enlevasse ao infinito:
Algo distinto, insincero, bonito...

Ansiei tanto pelas sereias
Que me cobrissem de fantasias
Só por um minuto de alegria,
Mas não se esmeraram a advir;

Indiferentes ao meu suplício
De tanto rogar, padeci
Sobre conchas, à beira do mar
Onde um dia ainda espero habitar.

4 comments:

Aline Dias said...

tão bonito de se ler, bia!

b2kn said...

viva a praia! =)

Anonymous said...

Jamais...
Se joga fora...
Um amor que é demais.

andre said...

Ah bia, não se preocupe: você já tem a meiguice e o cabelo vermelho. Pra pequena sereia é um pulo.

=DD