Friday, May 09, 2008

Profissão de Fé (Minha Armadura)
-Vamos duvidar de tudo que é sério? - Eng. do Hawaii


Minha crença está em crise de riso
Ante um problema difícil
No caderno há teorias complexas
Sobre um mundo simples

Minha pétrea fé no faz-de-conta
Resiste a qualquer realismo
Minha armadura contra a vileza
é pano de chão.

Escolhi a sutileza por profissão
E mandam-me ir à luta
Minha armadura contra o impossível
Possui mágica entre seus fios.

9 comments:

Flá. said...

biaaa
:]
que surpresa boa ter notícias suas!
como que vc tá? tá estudando aonde?
mande mais notícias haha
bjo!! ;*
(gostei mto da poesia! ^^)

ki-colado said...

Onde se encaixam as mentes depois dos corpos encaixados? Será que a vida é a missão que o destino quer cumprir? Onde e como fica eu pensante? Porque ser errante? Fazer de conta que tudo pode ser perfeito? Questionamentos...

Aline Dias said...

aibiaquecoisabonita!
mete as caras e faz versos.
e eu continuo gostando de te ler, pessoa ruiva.

darsh. said...

pessoa ruiva e linda, você conhece a flavinha tambééééém

Abreu said...

"Escolhi a sutileza por profissão" diz tudo.
Muito bom!
(Depois passa lá no meu blog, tem texto novo :])

andre said...

eu bem que consigo ver uma armadura de fios de ouro bem fininhos e leves em você, mesmo.
=D

Si said...

Sua armadura são as palavras, que fluem como mágica.

Flora said...

Você nem precisa de armadura Bia...
Você só faz bem.
Beijos

Rafael Dias said...

gostei!