Tuesday, January 06, 2009

Vidas Inventadas


Ela sempre soube que seria assim:
Ao olhar aqueles olhos tão tristes
Perderia o fôlego e até a fala
Seria o fim do anonimato
Que a preservara do seu próprio fim.

Ela sempre soube que seria assim:
Ela o queria fora das telas
Longe de holofotes e de pré-estréias
À luz de velas, apenas os dois
Por um dia que fosse, ou seria o fim

O fim dos pôsteres e filmes na sala
Do templo esculpido em alabastro
Para adorar seu querido astro
Com fanático desvelo, dia após dia
Sabia que a um choque não sobreviveria.

Ela sempre soube que se chocaria
contra a parede sólida de realidade
E com um aceno, ele despedira
Todas as chances de sair das telas
Para levá-la uma noite até sua casa

Ele seguiu pelo vermelho carpete
Deixando para trás poeira e confete
E a certeza no coração da menina
Que ali, para ela, ficava a tarefa
de reinventar seu próprio destino.

*Primeiramente postado no blog msbatataquente. Visitem, e comentem!
Aquele abraço iluminado pra todos, e um Feliz dia de Reis.*

18 comments:

darsh. said...

lindo!

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern said...

Tarefa que temos de realizar todos os dias... Ou a cada segundo!
beijos e borboleteios

andre said...

Amor de groupie é por papel.
=D

Poeta Eterno said...

Astros!! Astros!!
Não se pode encontrá-los no mundo real, onde perderiam seu brilho...
Estrelas são para serem vistas, e tocadas, apenas por alguns segundos.
Quando uma estrela passa para o nosso mundo, ela se perde.

Talita S. said...

No fundo,sempre reinventamos nosso destino.

;*

Max Psycho said...

quando sentir que deve, visita sim, voce será sempre bem vinda por lá

Shelha said...

ah tinha que ser a bia pra fazer o texto em forma de poesia (hauhauahua - que rima tosca)

adorei - primeiro pensei que fosse um monologo da Gwyneth paltrol sobre o Chris Martin - nada a ver, viajei

=***

bia de barros said...

Tem a ver meio pelo modo como eles se conheceram, né? por isso a foto do Chris tb...

gnt, brigada pelos comments, adoro vcs ^^

*;

Anaa Bia ;) said...

Amores platônicos, todo mundo passa por um. Mas mesmo sendo platônico, eu acredito que todo mundo tenha uma chance de encontrar com a pessoa amada, seja ela artista ou não. Eu talvez não, pqe o meu ídolo já morreu :/
Maas, fica na mente !

Muito bom esse texto, amei.
beeijo ;*

Bonecah de Pano said...

Oiii.
Adoreeeei...
Tô sumida do blog..mas não esqueci de ninguém..
Minha cabeça tá a milhããão..
Postei agora..
Beeeijo.

Menino-Homem said...

uma marca, uma forte marca... você tem o dom, e o explora, e nos explora...amei!

Thiara Pagani said...

Ai amores platônicos, quem nunca teve?
Lindo Bia.
Triste aparte de reinventar o próprio destino.
Vivo fazendo isso, as vezes contra minha vontade. Fuga.

Mas o bom de reinventar.
É que posso moldar com as formas que eu quiser.
Com as cores que eu qusier posso pintar.

Bonecah de Pano said...

Meninaaa.
Brigadíssima pela indicação pro prêmio dardos.
=)
Adoreeei.

Beeeijo lindona.

meus instantes e momentos said...

ótimo post, muito bom.
Maurizio

Diana Pádua said...

Lindo!!
Desculpa a ausencia, vou voltar aqui com mais frequencia, ta? :)
Bjs e um Feliz 2009!! :)
Diana
www.dianapadua.com

bia de barros said...

estou viajando! volto em quinze dias.
beijos *;
adoro vcs ^^

Aline Dias said...

'mor. nas gota d'água tem meme procê

Aline Dias said...

SAUDADE